Pesquise

domingo, 19 de julho de 2015

Autoras Brasileiras - Kézia Martins.

A principio criei esse projeto para destacar, o quanto temos talentos brasileiros, que infelizmente, não são tão reconhecidos, e deveriam, a maioria acha que só os autores estrangeiros são bons, mas, não se engane, podemos ser melhores que eles, larguem esse preconceito. Mas, estou aqui para ajudar vocês a perceberem isso, e tive o privilegio de conversar com uma das autoras brasileiras mais queridas por mim, e tenho certeza, por muitas pessoas, além de frases incríveis, ela é uma pessoa incrivelmente humilde, que responde a todos, ajuda a todos(Inclusive a mim), e eu fiquei realmente feliz, em ter esse prazer de "entrevistar" Kézia Martins.

1. Kézia, você é bem conhecida, mas ainda há pessoas que não te conhecem, pode se apresentar?

Kézia: Posso sim. Me chamo Kézia Martins, tenho 21 anos. Sou escritora e nasci em Rondônia, em uma cidadezinha chamada Colorado do oeste.

2. Com quantos anos você percebeu que tinha o dom da escrita? E como descobriu?
 
Kézia: Então, eu descobri com uns 14 anos, meio velha na minha opinião.  Eu já lia a algum tempo, mas nunca pensei em escrever algo, de fato. Tive esse sentimento depois que conheci os textos da Bruna Vieira, não foi por causa de um coração partido como muitos já dizem. Foi só porque eu quis, eu senti vontade de colocar o que eu sentia no momento no papel, ou em uma tela de um computador. É claro que no começo, eu escrevia mais o que eu não conseguia dizer, palavras engasgadas que só faziam sentido quando eu falava pela mão. E conforme o tempo, eu comecei a escrever não só o que me incomodava, mas o que eu amava, o que eu queria, o que eu pensava e o que eu queria que acontecesse, então eu comecei a inventar mais do que eu queria viver. E vivi, quando comecei a escrever.

3.Você escreve muitas metáforas, e principalmente sobre o amor, você se inspira em algo para escrever ou é algo que flui naturalmente?

Kézia: Então kkkkkk as metáforas só saem quando eu começo a digitar. Eu não penso em nada antes, eu só escrevo. Li uma frase que diz que o escritor só tem inspiração quando começa a escrever, e a historia surge a partir do momento que você coloca a ponta do lápis no papel. A gente sempre acaba se baseando em alguma historia que nos contaram ou em algo que vivemos, no meu caso, 80% inspiração, 20% conhecimento (risadas)

4.Todo escritor, tem os temidos bloqueios, quando você tem esses bloqueios costuma fazer algo, ou simplesmente espera fluir?
 

Kézia: Não tem como esperar fluir, só se você escrever por hobbie e lazer mesmo. Mas quando você tem um prazo para entregar uma coluna em algum site, você precisa forçar sua escrita. Quando isso acontece, eu geralmente vou para algum lugar calmo da minha casa ou da minha cidade e começo a olhar e analisar tudo, as pessoas, o tempo e o texto começa a fluir.   Só que o que mais me ajuda é levar um caderninho na minha bolsa ou deixar o bloco de notas do celular na tela inicial, que ai se eu tiver alguma ideia, eu posso escrever na hora. Eu estaria preparada para isso, pois você tem que admitir, as melhores ideias surgem nos piores momento (Risadas).

5. Você tem alguma dica para novas escritoras?

Kézia: 
Eu acho que a principal é não ter medo.  Tem muita gente boa por ai que já me mandou textos incríveis e dizia não publicá-los por vergonha, ou medo de copiarem. Bom, aqui é a internet. Muita gente já copiou um texto meu e disse ser da autoria dela, mas você não tem que se importar com isso, acontece com todo mundo. Você só tem que escrever mais e mais, porque se você for ligar para isso vai acabar perdendo sua inspiração. Então relaxa, só escreva e leia MUITO, e divulgue e sempre tente melhorar cada dia mais. Seja original e escreva do seu jeito,. Não escreva o que todo mundo escreve, escreva o você sente, porque cada sentimento é único e quando as palavras saírem do seu coração, o texto por si só acaba sendo único.

6. Bom, agora que já sabemos um pouco sobre você, conte da sua obra? E aonde podemos encontra-la?

Kézia: 
Meu primeiro livro, palaridario, é gratuito para todos baixarem. É um livro de Contos e Crônicas sobre escritores e leitores. O que eles sentem ao escrever, a dificuldade da escrita, os sentimentos deles, a vida que eles tem, e o amor, que é claro, não podeira faltar no livro. O livro por si só é um dicionário de sentimentos e você vai descobrir cada um deles pelas páginas do E-book. A leitura é bem rápida e dinâmica, não é nada cansativo. Tenho certeza que irão gostar.




Espero que tenham gostado, o tanto que eu gostei, foi um prazer enorme, Kézia, mostra que alem de ser ótima escritora é uma ótima pessoa, e merece TODO o sucesso do mundo, e podem escrever, ainda vamos ouvir falar muito sobre essa pessoa incrível e autora maravilhosa. Parabéns Kézia você merece todo o sucesso do mundo. Por escrever com alma e coração, como todos deveriam fazer.




Nenhum comentário:

Postar um comentário